O que é hebiatria?

Bem, vamos começar pela origem do termo. O pessoal faz uma confusão danada com essa palavrinha. Já ouvi de tudo: "Hebeatria", "Herbiatria", "Hebiartria", e até "Hebi o quê?"!

O termo Hebiatria é uma referência à deusa grega da juventude, Hebe, filha de Zeus e Hera, que tinha o privilégio da eterna juventude.

Após o nascimento, em nenhuma outra época da vida passa-se por tantas mudanças como na adolescência.

Do grego, "hêbé" (juventude, adolescência) e "iatrós" (médico), a hebiatria é uma área de atuação da pediatria. O médico, após terminar os seis anos de faculdade e mais dois anos de pediatria, passa mais um ano se subespecializando em medicina do adolescente. Portanto: Hebiatria = Medicina do Adolescente. Legal, mas para que tudo isso?

As mudanças que ocorrem na adolescência são bem rápidas e cheias de peculiaridades, que muitas vezes o pediatra geral ou clínico geral não gostam ou têm dificuldade, pela sua formação, de acompanhar.

Ocorrem também, além das mudanças físicas, mudanças comportamentais e emocionais (que comentaremos nas próximos postagens).

O que é hebiatria?

Como é a consulta com o hebiatra?

Na consulta com o hebiatra, a idéia é tentar fazer o jovem se sentir a vontade para tirar suas dúvidas (que geralmente são muitas). Abordam-se várias questões pertinentes, como drogas, sexualidade, nutrição e atividade física, bem como crescimento, desenvolvimento, vacinação e outros. Geralmente a consulta é dividida em três etapas:

• conversa com os pais e o adolescente: motivo da consulta, antecedentes familiares, relação entre os membros da família, coisa e tal;

• conversa a sós com os pais: para podermos ver os dois lados da moeda!;

• conversa a sós com o adolescente: parte essencial da consulta; é muito comum, na ausência dos pais, quando se estabelece uma boa relação com o jovem, surgirem inúmeras questões que sequer foram comentadas na primeira etapa, quando os pais estavam presentes; o exame físico também costuma ser feito nessa etapa, mas o adolescente pode, se quiser, solicitar que o mesmo seja feito na presença dos pais.

"Ah, mas na minha época não tinha hebiatra e eu sobrevivi!". Nem vou dizer nada, né! Antigamente também não havia celular, cura para um monte de doenças, vacinas... nem internet, sem a qual não estaríamos aqui conversando! O mundo evolui, ainda bem!

por Marcelo Meirelles

Médico Pediatra, com especialização em Medicina do Adolescente. Responsável pelo Pediatria Brasil.
Fonte: Pediatria Brasil
Foto: Bethesda Physicians
Última atualização: 11/10/2012.

Leia também:

Hebiatra, o médico dos adolescentes

Entrevista com um hebiatra - parte I

Entrevista com um hebiatra - parte II

Gostou? Compartilhe:

Sobre o Autor:
Marcelo Meirelles
Dr. Marcelo Meirelles, Pediatra e Hebiatra. Experiência na área de Medicina, com ênfase em Pediatria, Puericultura e Adolescência.

30 comentários:
  1. Olá, Dr. Marcelo.
    Cheguei ao seu Blog por acaso, na verdade resolvi saber o que faz um Hebiatra e vim pesquisar!
    Hoje tenho 32 anos, e enquanto eu lia o seu comentário relembrava os "martírios" da vida na adolescência. São muitas as transformações que o adolescente encara. Ao meu ver, se trata da evolução do corpo e da mente; fora a pressão dos próprios pensamentos tentando descobrir o que vamos ser quando adultos, qual será a profissão, essas coisas! Acontece uma verdadeira guerra dentro da gente, enquanto o corpo de menina se molda em curvas, o menino muda a voz. As novidades são muitas, e com elas surgem as dúvidas.
    Acredito que a Hebiatria chegou para organizar o mundo das pessoas nesta fase tão estrutural da vida.
    Feliz daquele que tem a oportunidade de ser acompanhado por um profissional especializado, assim tendo chance de se tornar um adulto com melhor preparo e esclarecimento, até mesmo para educar os seus filhos.
    Subespecialidade fantástica! Sucesso na sua carreira!

    Abraços.

    Milena Velasques Meirelles - Porto Alegre-RS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado! Eu sou suspeito! Amo Pediatria e Hebiatria! Aos poucos as pessoas têm percebido a necessidade de um profissional especializado no atendimento dessa faixa etária. Vida longa à Hebiatria!

      Excluir
  2. Hola Dr Marcelo, soy el dr Panza desde Salta, Argentina. Muy buena la definición y el detallado paneo de lo que es un Hebiatra. Mañana doy mi examen para ser certificado en Hebiatría! un caluroso saludo desde Argentina!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá amigo! Espero que tenha se saído bem em sua prova! Estamos precisando reforçar o time dos hebiatras!!! Abração!

      Excluir
  3. Olá Dr.Marcelo.Olha já tinha ouvido fala no Hebiatra quando minha filha tinha acabado de nascer.Pois a pediatra dela se especializou.E a secretaria dela ao final da consulta me disse:ela agora é hebiatra também.Hoje ela está com 10 anos e vejo a necessidade dela se consultar com um hebiatra.Pois estou morando na Bahia,e por incrivel que pareça poucos sabem o que é um hebiatra.Pois antes morava em bh,minas gerais.Irei a bh em abril só para ela poder se consultar com a pediatra dela que também é hebiatra.Que bom que vcs existem.
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Moro em Bh e estava precisando de uma indicação de uma hebiatra, poderia me dizer quem é?

      Excluir
    2. Olá Elizabete, poderia me dizer quem é a hebiatra? Moro em Bh e preciso de uma para meus filhos. Um grande abraço.

      Excluir
    3. Olá pessoal! Infelizmente não tenho quem indicar em Belo Horizonte, no momento. O pessoal tem pedido muitas indicações... quem sabe não seria interessante criar uma lista com hebiatras de todo o país?

      Excluir
  4. Obrigado. Me esclarecu muitas duvidas, estou pesquisando e tirando duvidas de qual curso escolher para a facul..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que o Pediatria Brasil lhe foi útil! Continue acompanhando as novidades do site!

      Excluir
  5. ricardo correia de menezes22 de dezembro de 2011 19:45

    sou psicologo e faço psicoterapia há 42 anos. hoje passando na frente de uma clí9nica vi a publicidade da hebiatria. Pergunteia a uma educadora que estavas comigo e ela diasse que não sabioa, talvez fosse a medicina das ervas.

    Eu havia deixado de atender adolescentes porque já não conseguia acompanhar o tempo deles. Pelo menos hoje descobvri essa niova especialidade. Muitop obrigado. Ricarsdo Menezes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ricardo! Pois é, muita gente desconhece a Hebiatria. Aos pouquinhos vamos divulgando a Medicina do Adolescente!

      Excluir
  6. ANAMEIRE BARATA - NATAL-RN - BRASIL
    hoje assisti a uma reportagem na globo no autoesporte e tinha um hebiatra falando sobre jovens que tiram a 1ª habilitação. Eu não sabia que especialidade era essa e resolvi procurar saber do que se tratava. Gostei da explicação simples,objetiva e esclarecedora. Uma especialidade nova para mim. Muito interessante! Muito sucesso no seu trabalho e muito obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Anameire! Obrigado pela participação e elogios! Que bom que gostou da postagem e do Pediatria Brasil! Volte sempre!

      Excluir
  7. Boa tarde. Dr. Marcelo, minha filha mestruou pela primeira vez aos 10 anos estava com 1,56 eem maio de 2011, hoje está com 1,58 tenho mais 02 filhos honens de 16 e 14 anos estão ambos com 1,80m. será que minmha filha vai ficar baixinha? tenho 1,65 e meu marido 1,82, o crescimento dela vai parar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anônimo! Quando a menina menstrua, já se passou o pico de velocidade de crescimento. Agora ela está em fase de desaceleração, e nos próximos anos deve interromper o crescimento. Em média as meninas crescem de 6 a 8 cm após a primeira menstruação...

      Excluir
  8. Queto saber de GINECOMASTIAAAA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Muitos tem solicitado um artigo sobre ginecomastia puberal. Prepararei um material sobre o assunto para as próximas semanas.

      Excluir
  9. Gostei muito dessa explicação, pois tinha ouvido falar sobre o assunto, mais não com detalhes, pena que ainda não temos habiatra nos planos de saúde e nem tão pouco nos postos de saúde, mas sei que logo isso vai mudar, espero que realmente seja logo, pois minha filha já tem 10 anos e vejo a necessidade de um especialista na área. Parabéns ao especialista que estão se profissionalizando para nos auxiliar melhor no cuidado com nossos adolescentes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, a Hebiatria, ou Medicina do Adolescente, é uma especialidade relativamente nova. Aos poucos se tornará mais conhecida, tamanha sua importância.

      Excluir
  10. Gostei muito da explicação. Veja esse vídeo que complementa seu post.
    http://www.webfilhos.com.br/web-doutor/herbiatria

    ResponderExcluir
  11. Moro em Fortaleza-Ce, estou precisando urgentemente de um hebiatra para minha sobrinha de 18 anoa de idade, ela está com um comportmanto muito estranho! Onde posso encontrar?
    Obrigada! RMFCB

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Infelizmente não tenho hebiatra conhecido para indicar em Fortaleza. Pretendo elaborar uma lista de hebiatras no Brasil, em breve!

      Excluir
  12. Olá Dr.Marcelo. o médico HEBIATRA só conversa ? ela não pode passar anticoncepcional ? ou fazer exames por ex: de sangue?. É Porque eu tenho 16 anos , fui no posto de saúde marcar ginecologista e clinico.. e a moça disse que eu tinha que passar no HEBIATRA eu queria fazer exame de sangue e gostaria que o(a) medico(a) passase um anticoncepcional.. Será que o Hebiatra pode ?
    ...Obrigadaaa ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luana!

      O Hebiatra é um Pediatra especialista em adolescentes. Pode, portanto, prescrever qualquer medicamento que quiser, desde que tenha conhecimento necessário para fazê-lo. Na verdade, qualquer médico pode prescrever anticoncepcional.

      Converse com o Hebiatra e exponha suas dúvidas e motivos. Tenho certeza que ele (ou ela) lhe ajudará bastante.

      Lembre-se que o anticoncepcional só evita a gravidez indesejada, mas não previne contra doenças sexualmente transmissíveis!!

      E mesmo indo ao Hebiatra, vale a pena consultar também o ginecologista, caso tenha vida sexual ativa.

      Excluir
  13. Muito bom!!! Melhor ainda: EXCELENTE.

    ResponderExcluir
  14. Gostei de seu blog, muito esclarecedor! Muito bom saber que profissionais da saúde como você tem tanta dedicação e apreço por seu trabalho. Parabéns!

    Lana Barros

    ResponderExcluir
  15. Muito bom saber que existem profissionais da saúde empenhados e dedicados em seu trabalho! Parabéns.

    Lana Barros

    ResponderExcluir
  16. Bom dia Dr. Marcelo.
    Gostaria de saber qual é a idade correta que podemos dizer que o Adolescente é Adolescente.
    Tenho uma filha de 6 anos e a Pediatra dela disse que o momento em que a criança (menina) é adolescente é a partir dos 9 anos, que se inicia o crescimento dos seios, a preparação do corpo para a menstruação, pelos pubianos etc... Não fazia a menor ideia de que era nessa fase tão ''cedo'' ao meu ver. Enfim, sempre me perguntei como e quando seria o momento exato em que eu teria que deixar de levar minha filha na pediatra, e começar com a Ginecologista. Nunca soube de fato que haveria uma sequencia e, se seria está, com medo de perguntar a Pediatra e deixa-la triste ou numa situação estranha nunca questionei.
    Com que idade ou momento devo levar minha filha a Hebiatria?
    Obrigada.

    ResponderExcluir

E aí, o que achou do tema da postagem? Deixe seus comentários, dúvidas, críticas e sugestões!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...